Mensagens Recentes

Páginas: 1 ... 8 9 [10]
91
Poder Jurídico Notícias / Mensalão: Marcos Valério diz que teve defesa paga pela Andrade Gutierrez
« Última Mensagem: por admin Online Julho 22, 2017, 04:34:01 pm »
Mensalão: Marcos Valério diz que teve defesa paga pela Andrade Gutierrez

Mensalão.Objetivo do auxílio seria proteger o governo do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT)


O operador Marcos Valério Fernandes relatou, em acordo de colaboração premiada assinado com a Polícia Federal (PF), que a empreiteira Andrade Gutierrez teria pagado, em 2005, R$ 5 milhões aos advogados das empresas de publicidade mineiras investigadas no processo do mensalão, das quais era sócio. As informações são do jornal “O Globo”.

Em seu relato, Valério contou ter sido informado por Paulo Okamotto, então presidente do Sebrae e braço direito do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), sobre o pagamento aos advogados, que teria como objetivo tentar proteger o governo.

Já assinada com a Polícia Federal, a colaboração premiada do empresário Marcos Valério ainda depende de homologação do Supremo Tribunal Federal (STF). A Corte também terá que analisar uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) do Ministério Público Federal (MPF) que discute se a PF pode realizar acordos desse tipo.

Relatos. De acordo com o delator, Okamotto era a pessoa designada por Lula para ser o interlocutor do partido com as agências SMP&B e DNA, usadas em esquema de corrupção envolvendo contratos de publicidade que tinham como objetivo desviar recursos do Banco do Brasil para políticos. O caso foi descoberto em 2005, quando o então presidente do PTB, o ex-deputado federal Roberto Jefferson, denunciou a existência de uma rede de pagamentos operada por Marcos Valério.

Segundo o relato, Okamotto teria informado Valério sobre o pagamento da Andrade Gutierrez depois de ele prestar depoimento em sessão da CPMI dos Correios, em agosto de 2005. Na ocasião, o operador respondeu a centenas de perguntas de parlamentares e negou que os contratos de publicidade de sua agência com estatais sob gestão do PT fossem fraudulentos.

No acordo assinado com a PF, segundo “O Globo”, Valério diz que o então ministro da Justiça do governo Lula, Márcio Thomaz Bastos, já falecido, discutia a estratégia de defesa com seu advogado, Marcelo Leonardo. E diz ter sido informado por Okamotto que a Andrade Gutierrez daria os R$ 5 milhões para manter a estratégia conjunta de defesa frente às acusações.

Segundo ele, o pagamento teria sido acertado com Roberto Gutierrez, então vice-presidente do Conselho de Administração da Andrade, que morreu em 2006. Valério diz que a empresa teria feito o repasse a uma conta no exterior e os valores teriam regressado ao Brasil por meio de doleiros.

O acordo de Valério está sob sigilo. Entre outros temas, o delator apresentou detalhes do que afirma ser o caixa paralelo montado por suas agências de publicidade para operar desvios durante os governos Fernando Henrique (1995-2002) e nos períodos iniciais dos governos Lula e de Aécio Neves em Minais Gerais, ambos entre 2003 e 2005.

Antes de tentar fechar sua delação com a Polícia Federal, Valério entregou a proposta ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), que rejeitou o acordo.


LAVA JATO

Encrencado. Citado por Marcos Valério em sua delação premiada, Paulo Okamotto é investigado pela operação Lava Jato. Atualmente, ele é presidente do Instituto Lula e, por isso, tem sido chamado a se explicar sobre supostas irregularidades envolvendo a entidade que cuida do legado do ex-presidente.

Absolvido. O braço direito de Lula foi absolvido no processo em que eram investigados os pagamentos da OAS para o ex-presidente por meio do triplex e do armazenamento de bens do acervo do ex-presidente. Como essa segunda parte da denúncia não foi levada em consideração por

Moro, ele acabou escapando de punições.

http://www.otempo.com.br/capa/pol%C3%ADtica/val%C3%A9rio-diz-que-teve-defesa-paga-pela-andrade-gutierrez-1.1500318
92
Poder Jurídico Notícias / Caso Triplex: Moro manda comunicar Lula sobre bloqueio de bens
« Última Mensagem: por admin Online Julho 22, 2017, 04:32:05 pm »
Caso Triplex: Moro manda comunicar Lula sobre bloqueio de bens

Documento indica um prazo de 15 dias para ex-presidente, por meio de seu advogado, apresentar resposta à medida requerida pelo Ministério Público Federal


O juiz federal Sérgio Moro mandou citar e intimar o ex-presidente Lula sobre o bloqueio de seus bens. A carta precatória - comunicado que um juiz envia a magistrado de outra Comarca -, número 700003646115 foi encaminhada à Seção Judiciária de São Bernardo do Campo, cidade da Grande São Paulo onde mora o petista.

O documento indica um prazo de 15 dias para Lula, por meio de seu advogado, apresentar resposta à medida requerida pelo Ministério Público Federal. Em anexo, será enviado ao ex-presidente o pedido de confisco, feito pelo Ministério Público Federal, em outubro do ano passado, e a decisão de Moro que ordenou as medidas assecuratórias.

O magistrado acolheu o pedido da Procuradoria da República em 14 de julho, dois dias depois de condenar Lula a 9 anos e seis meses de prisão, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso triplex.

Na sentença, o juiz da Lava Jato decretou o confisco do imóvel do Guarujá e impôs multa de R$ 16 milhões ao petista e a outros dois réus, o empreiteiro Léo Pinheiro e o executivo Agenor Franklin Medeiros, ambos da OAS.

Na terça-feira, 18, o Banco Central informou a Moro ter bloqueado R$ 606.727,12. O dinheiro foi encontrado em quatro contas de Lula: R$ 397.636,09 (Banco do Brasil), R$ 123.831,05 (Caixa Econômica Federal), R$ 63.702,54 (Bradesco) e R$ 21 557,44 (Itaú).

Além do dinheiro, Moro confiscou de Lula três apartamentos e um terreno, todos os imóveis em São Bernardo do Campo, e também dois veículos.

O bloqueio dos imóveis do petista atinge ‘a parte ideal de 50% correspondente à meação’ - em fevereiro, a mulher do ex-presidente, Marisa Letícia, morreu vítima de um AVC.

A ordem do juiz mirava ainda ‘ações, participações em fundos de ações, letras hipotecárias ou quaisquer outros fundos de investimento, assim como PGBL - Plano Gerador de Benefício Livre, VGBL - Vida Gerador de Benefício Livre e Fundos de Previdência Fechado’.

Parte desse valor, R$ 7.190.963,75, é relativo a um plano empresarial da LILS (empresa de palestras do petista). A outra parte, R$ 1.848.331,34, se refere a um plano individual.

Com o bloqueio, o dinheiro não pode ser resgatado. Os valores foram apurados, pelo BrasilPrev, até 19 de julho.

O Brasilprev oferece planos de previdência complementar aberta para pessoas físicas e jurídicas, nas modalidades Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL) e Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL).

Segundo o BrasilPrev, há ‘dois planos de VGBL de titularidade do sr. Luiz Inácio Lula da Silva’.
O plano empresarial, afirma a empresa, foi estipulado pela L.I.L S. Palestras Eventos e Publicações LTDA., disponível a adesão de seus empregados e dirigentes.

"No momento da adesão ao plano, o regime de tributação escolhido pelo participante foi o regressivo definitivo, em que a alíquota de incidência de imposto de renda é variável conforme o prazo de acumulação. Considerando que o participante fez um aporte único, em 6 de junho de 2014, será contado a partir desta data o prazo de acumulação, que por sua vez definirá a alíquota de imposto de renda incidente sobre a base de cálculo", informou o BrasilPrev

A empresa informou que o regime de tributação escolhido para o plano VBGL individual ‘no momento da adesão foi o regime progressivo compensável, em que os resgates têm a incidência de IR na fonte, feita com base na alíquota única de 15%, de forma antecipada, com posterior ajuste na declaração anual de IR’.

http://www.otempo.com.br/capa/pol%C3%ADtica/moro-manda-comunicar-lula-sobre-bloqueio-de-bens-1.1500368
93
Ator de Grey’s Anatomy envia mensagem de força, através de vídeo para garotinha

O’Malley é um dos protagonistas e um dos personagens favoritos de Sâmia na série


O ator T.R. Knight, que interpretou o médico George O’Malley na série Grey’s Anatomy, enviou uma mensagem de incentivo à pequena Sâmia Luíse Sanches Chiella, 7, antes de ela enfrentar um transplante de medula óssea, em Curitiba. As informações são do G1. Ela é fã da série e ficou emocionada ao assistir ao vídeo.

O’Malley é um dos protagonistas e um dos personagens favoritos de Sâmia em Grey’s Anatomy – um drama médico norte-americano exibido no horário nobre da rede ABC que está na 13ª temporada.

Nascida em Toledo, no Paraná, a menina luta contra um lifoma desde 2015, mas o tratamento no Hospital Nossa Senhora das Graças, na capital paranaense, só começou em abril deste ano. Já o transplante de medula óssea dela foi feito há uma semana, no dia 13 de julho.


No vídeo o ator fala que está torcendo por Sâmia e mostra um coração que ele fez, com o nome dela, e que foi colocado na sua geladeira. “Para avisar que você está em nossos pensamentos, em nossos corações”, explica.

A ideia do vídeo surgiu da equipe do hospital. Um enfermeiro entrou em contato com a produção da série, ao saber que Sâmia a adorava.

http://www.otempo.com.br/interessa/ator-de-grey-s-anatomy-envia-v%C3%ADdeo-a-garotinha-1.1500230
94
Poder Jurídico Notícias / Brasileira é mandada a prisão ao chegar à Irlanda
« Última Mensagem: por admin Online Julho 22, 2017, 04:07:38 pm »
Brasileira é mandada a prisão ao chegar à Irlanda

Paloma Carvalho,24, diz que ficou em cela vomitada e com saco de dormir


A brasileira Paloma Aparecida Carvalho, 24, viveu dias de terror na Irlanda. Aluna de intercâmbio no país entre 2015 e 2016, e noiva de um irlandês, ela foi enviada diretamente à prisão sem nenhum motivo aparente pela imigração, quando tentava entrar novamente no território, nesta semana. Não bastasse a deportação, a jovem relata ter sido presa e passado por condições degradantes na cadeia.

“Foi uma humilhação inacreditável. Não desejo para ninguém o que aconteceu comigo. Fiquei sem comer e sem dormir por todo o tempo na cadeia. Não conseguia e ainda não consigo entender exatamente o porquê de terem feito isso comigo”, disse Paloma.

Ela conta que chegou em Dublin no começo da tarde de terça-feira, por volta das 16h (horário local), e dirigiu-se aos funcionários da imigração. Carregando passaporte, passagem de saída (marcada para 25 de setembro), 1.100 (cerca de R$ 5.000) e contatos de dois moradores locais em cujas casas ficaria hospedada, ela esperava entrar com tranquilidade no país. Não foi o que aconteceu.

“Assim que entreguei meu passaporte, a funcionária da imigração começou a me bombardear com perguntas. Ela começou a insinuar que eu estava mentindo, dizendo ‘por que você não me fala a verdade? Você não está entrando para trabalhar aqui?’”, relembra Paloma.

Martírio. Depois de conversas rápidas com os contatos da brasileira na Irlanda, Paloma relata que foi informada de que não entraria no país e seria deportada para a Suíça, de onde havia chegado. Como o próximo voo para lá seria apenas na quinta-feira (20), ela teria que esperar em uma “acomodação”, que na verdade era uma cela.

“Tive que ficar completamente pelada para mostrar que não estava carregando nada. Eles pegaram meus pertences e me deram um saco com roupa de cama, copo, pijama, toalha”, disse. Já instalada em sua cela, a situação foi ainda pior. “Tirei o lençol do saco para arrumar a cama. Esse lençol estava completamente manchado de sangue velho, já marrom. A moça que estava na cela não parou de vomitar a noite toda. Não consegui dormir”, relata.

A alemã Karen Muller-Wieland, 38, matriarca da família que receberia Paloma em Galway, oeste da Irlanda, buscava todos os meios possíveis de tirar sua “irmã” da prisão. “Não conseguíamos falar com Paloma, e isso era o mais terrível”, diz Muller-Wieland.

Próximos passos. Nessa sexta-feira (21), em Galway, Karen e Paloma – que tem sido acompanhada por um psicólogo desde o ocorrido –, planejam o que fazer nos próximos dez dias. Elas vão estudar as medidas legais que podem ser tomadas contra o governo irlandês e também para preservar Paloma – ela teme ter sua entrada dificultada na Europa daqui em diante.

“Vamos tomar alguma medida legal, um processo por danos morais. Mas ainda precisamos ver com a família aqui na Irlanda o que pode ser feito”, afirma a brasileira.
Em nota, imigração irlandesa diz que “opera sistema justo”
Procurada, a embaixada da Irlanda enviou uma declaração do Departamento de Justiça e Igualdade do país.

“O Departamento de Justiça e Igualdade não faz comentários sobre casos individuais. A Irlanda opera um sistema de imigração justo, seguro e efetivo e, de fato, o sistema irlandês de imigração é um dos menos onerosos para os visitantes. Os oficiais de imigração respeitam a dignidade de todas as pessoas com quem se envolvem e desempenham suas funções com profissionalismo e cuidado”, diz trecho da nota.

A embaixada do Brasil na Irlanda também enviou um posicionamento sobre o tema. “A Irlanda tem soberania sobre seu território e, portanto, detém o direito de decidir sobre a recusa de entrada de pessoas no país, de forma discricionária. A embaixada, por diversas ocasiões, já registrou sua posição de desacordo com a prática de envio de cidadão brasileiros inadmitidos a centros de detenção”, diz um trecho do posicionamento.

http://www.otempo.com.br/capa/brasil/brasileira-%C3%A9-mandada-a-pris%C3%A3o-ao-chegar-%C3%A0-irlanda-1.1500246
95
Desenvolvimento Pessoal / Maioria das pessoas recorre às compras para se sentir melhor
« Última Mensagem: por admin Online Julho 22, 2017, 04:04:19 pm »
Maioria das pessoas recorre às compras para se sentir melhor

De 1.084 entrevistados, 98% disseram que costumam gastar quando estão tristes ou estressadas


“Você compra porque brigou com o namorado ou porque se estressou no trabalho? Eu sou assim”, afirma a programadora Kelly Artiaga, 31. Essa é uma realidade para a grande maioria das pessoas que estão deprimidas. Uma pesquisa da empresa americana Ebates mostrou que 96% dos entrevistados já fizeram compras apenas para se sentirem bem.

Ao todo, foram 1.084 participantes com mais de 18 anos nos Estados Unidos. Desse montante, 66% afirmaram que compram quando estão entediados, enquanto 56% disseram que roupas novas trazem mais satisfação no ato da compra.

Outros estudos científicos comprovam esse comportamento. Um deles, feito por especialistas da Universidade de Nova York, constatou que, no instante em que decidem comprar, as pessoas se sentem bem e há uma onda positiva.

No Brasil não é diferente. A psicóloga Marília Gama, da Universidade Federal de São Paulo, explica que esse fato influencia a hora de alguém adquirir um bem depois de uma decepção. Além disso, muito do que acontece no momento da compra está fora das decisões racionais. “É o tipo de escolha que nos faz evitar a negligência em um projeto de trabalho ou pensar duas vezes sobre a condução imprudente. A maioria de nós gasta menos de um segundo para decidir se deve ou não fazer a compra”, diz.

A programadora Kelly concorda. “Faço compra sempre que passo por uma situação difícil ou quando preciso levantar o ânimo”, admite. Ela garante que nunca se arrepende, porque encara o fato como uma compensação.

A psicóloga acrescenta que, além de uma sensação de gratificação momentânea, há uma explicação histórica. “Antigamente, os bens eram raros e difíceis de se adquirir, por isso, era comum fazer estoques. Essa sensação de segurança veio conosco por meio de gerações. Mesmo com fácil acesso, sentimos a necessidade de ter uma reserva diante de um possível imprevisto”, analisa.

Cuidado. Apesar de ser comum, comprar passa a ser preocupante quando afeta negativamente a vida da pessoa, prejudicando, principalmente, a situação financeira, alerta Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil.

“A pessoa já se conhece e sabe que, se tiver uma semana ruim, vai querer comprar algo. Por que não deixar um dinheiro separado para isso? Pagou as contas e deixou uma reserva de emergência? Esse é o caminho para uma boa compra”, diz.
Dados. Segundo o Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo, cerca de 5% dos brasileiros tem oniomania, transtorno que provoca hábitos compulsivos de compra.

Mulheres são mais impulsivas em gastos

Pode parecer perseguição, mas não é. As mulheres agem mais por impulso na hora de comprar em comparação aos homens. Um estudo feito pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) revelou que 47% das 647 entrevistadas compraram coisas depois de se sentirem com a autoestima baixa, ou estar em uma situação de tristeza, como tensão pré-menstrual e até mesmo insegurança com a aparência.

Por outro lado, o público masculino que admitiu ter a mesma atitude foi de 36% na pesquisa. O descontrole dos homens, de acordo com o estudo, está relacionado à ansiedade com algum evento, como, por exemplo, a proximidade de férias ou de viagem.

O mesmo estudo ainda constatou que há uma dificuldade geral em poupar. Dos entrevistados, 43% das mulheres e 41% dos homens afirmaram que não conseguem guardar parte dos rendimentos até o final do mês para alguma emergência.

http://www.otempo.com.br/interessa/maioria-das-pessoas-recorre-%C3%A0s-compras-para-se-sentir-melhor-1.1500184
96
Novo episódio da série 'Game of Thrones' é pirateado 90 milhões de vezes na internet


Game of Thrones segue alcançando números impressionantes. Além de garantir a maior audiência do canal HBO, a estreia da sétima temporada bateu o recorde de pirataria de um episódio da série na internet.

Segundo dados divulgados pela empresa de análise de pirataria MUSO, foram 90 milhões de visualizações em sites ilegais.

Do total, 77,9 milhões de pessoas assistiram ao episódio nos próprios navegadores, enquanto 8,3 milhões fizeram o download em sites públicos de torrent.

A maioria das visualizações ilegais veio dos Estados Unidos (15,1 milhões), seguido por Reino Unido (6,2 milhões), Alemanha (4,9 milhões), Índia (4,3 milhões) e Indonésia (4,3 milhões).

http://www.itatiaia.com.br/noticia/novo-episodio-da-serie-game-of-thrones-e-pira
97
Fiança de R$ 52 milhões faz Eike Batista colocar à venda lanchas e Lamborghini


Em prisão domiciliar e afastado de seus negócios, o empresário Eike Batista quer evitar a deterioração de bens bloqueados pela Justiça e, ao mesmo tempo, busca se livrar do custo de sua manutenção.

Carros e embarcações que eram símbolo de seu antigo império - como o Lamborghini Aventador branco que enfeitava a sala de sua casa - estão na lista dos bens que o fundador do Grupo X tenta se desfazer, conforme documentos obtidos pelo Estado/Broadcast. Para isso, o empresário vai precisar antes da autorização da Justiça.

"Além da questão da deterioração, Eike está com os bens bloqueados, impossibilitado de arcar com as despesas deles", afirmou o advogado do empresário, Fernando Martins. A defesa do fundador do Grupo X já anexou aos processos propostas de interessados em diversas embarcações, entre lanchas e jet skis.

O primeiro pedido para a venda antecipada dos bens foi feito no começo do ano. Desde então, surgiram novos candidatos a comprar a frota do empresário. Eike tem os esportes náuticos como uma de suas paixões. O empresário bateu, em 2006, o recorde de velocidade da travessia Rio-Santos com uma de suas lanchas.

O dinheiro levantado ficará bloqueado na Justiça e parte pode ser usado pelo empresário no plano de pagamento da fiança de R$ 52 milhões, acertado em maio com o juiz da 7.ª Vara Federal Criminal do Rio, Marcelo Bretas, responsável pelos desdobramentos da Lava Jato no Estado.

Além da 7.ª Vara, Eike tem bens bloqueados em processos na 3.ª Vara Federal Criminal. "A juíza da 3.ª Vara (Rosália Monteiro Figueira) autorizou a avaliação dos bens. Na 7.ª Vara já há autorização para a venda de uma das embarcações", disse Martins, sem detalhar qual delas.

Em 2014, quando Eike tentou vender pela primeira vez o Lamborghini Aventador modelo 2012 o preço estimado era de R$ 2,5 milhões. Entre as lanchas e jet skis do empresário, ao menos quatro deles já foram avaliados, em um total de R$ 3,6 milhões. A mais cara é a lancha Spirit of Brazil Intermarine 680, avaliada em R$ 3,5 milhões. A embarcação já tem um candidato a dono, que ofereceu R$ 2,5 milhões à vista.

Há ainda uma lancha de pequeno porte batizada de Thorolin, em referência aos filhos do empresário Thor e Olin, e dois jet skis um de R$ 42 mil e outro de R$ 52 mil. A avaliação foi entregue neste mês. Uma segunda proposta foi feita por uma lancha da italiana Ferretti. Nesse caso, foram oferecidos R$ 400 mil, mas o valor de avaliação não foi informado.

O empresário tem embarcações no Rio e em Angra dos Reis, onde paga pelas vagas nas marinas e manutenção. Outro problema é que a documentação delas está fora da validade, o que impede que os parentes de Eike as usem e que sejam testadas pelos compradores.

A defesa de Eike também está pedindo a atualização dos documentos na Marinha do Brasil. "Para efetivar o negócio, é necessário que a embarcação seja colocada no mar para realização de testes pelo pretenso comprador", disse Martins.

Em 2013, quando teve início o desmanche de seu império, o empresário precisou se desfazer do barco Pink Fleet. O projeto de Eike era ganhar dinheiro com eventos corporativos a bordo do navio na Baía de Guanabara, mas a ideia não deslanchou. A embarcação, inaugurada como atração turística em 2007, vinha dando prejuízo ao empresário. Ao final, foi desmanchada e as peças vendidas.

O ex-magnata, que já fez parte da lista de bilionários da Forbes foi preso em janeiro na Operação Eficiência, desdobramento da Lava Jato no Rio. Após três meses, foi para prisão domiciliar. O fundador do Grupo X foi indiciado por corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Ele teria pagado US$ 16,5 milhões em propina ao esquema liderado por Sérgio Cabral (PMDB-RJ), ex-governador do Rio, para ter benefícios em seus negócios.

Como antecipou o jornal O Estado de S.Paulo, ele prepara documentos para um acordo de delação premiada. Na 3.ª Vara Federal Criminal, Eike é réu por supostas irregularidades em sua atuação à frente de duas empresas do seu grupo, a petroleira OGX e a empresa de construção naval OSX.

US$ 16,5 milhões teriam sido pagos pelo empresário Eike Batista em propina no esquema do ex-governador Sérgio Cabral, segundo investigação da Operação Eficiência, desdobramento da Lava Jato. Eike está em prisão domiciliar; Cabral continua preso no Rio.

http://www.itatiaia.com.br/noticia/fianca-de-r-52-milhoes-faz-eike-batista-coloc
98
Espero que decisão em segunda instância de Lula não seja política, diz Gleisi


A senadora e presidente do PT, Gleisi Hoffmann (PR), afirmou nesta sexta-feira, 21, esperar que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não sofra um julgamento político na segunda instância, como, na sua opinião, aconteceu com a decisão do juiz Sérgio Moro.

Lula foi condenado na semana passada a 9 anos e 6 meses de prisão na ação sobre o caso do tríplex do Guarujá. "Tenho uma esperança muito grande que vem do julgamento do (ex-tesoureiro do PT) João Vaccari, que foi inocentado", afirmou a senadora. "O processo do Lula é muito parecido, não tem prova nenhuma, só tem delação. Agora, é claro, é uma figura política de grande peso."

As afirmações de Gleisi foram feitas no velório de Marco Aurélio Garcia, um dos fundadores do partido e ex-assessor para assuntos internacionais dos governos Lula e Dilma Roussef, na Assembleia Legislativa de São Paulo.

Segundo a petista, a morte de Marco Aurélio, nesta quinta-feira, 20, pegou todos de surpresa. Ele continuava participando ativamente das discussões do partido e se preparava para ajudar na formulação do programa de governo do ex-presidente.

http://www.itatiaia.com.br/noticia/espero-que-decisao-em-segunda-instancia-de-lu
99
Poder Jurídico Notícias / Julgamento de Eduardo Azeredo no processo do mensalão mineiro é remarcado
« Última Mensagem: por admin Online Julho 22, 2017, 02:42:57 pm »
Julgamento de Eduardo Azeredo no processo do mensalão mineiro é remarcado


O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) mudou de 8 para 22 de agosto o julgamento do ex-governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo (PSDB) no processo do mensalão mineiro. A alteração foi a pedido do revisor da ação, desembargador Pedro Vergara, para, conforme o TJMG, organização de estrutura da corte para atendimento à imprensa e de interessados em acompanhar a sessão, por se tratar de caso de forte repercussão. O julgamento ocorrerá na 5ª Câmara Criminal do TJ.

O tucano foi condenado em primeira instância a 20 anos e 10 meses de prisão sob acusação da prática dos crimes de lavagem de dinheiro e peculato. As investigações do Ministério Público apontaram que o surgimento do mensalão mineiro ocorreu durante a administração do tucano com o objetivo de canalizar recursos de empresas públicas, como a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) e, à época, a Companhia de Mineração de Minas Gerais (Comig), para a campanha à reeleição do tucano em 1998.

Azeredo governou Minas Gerais entre os anos de 1995 e 1998. Na disputa pela reeleição, ele foi derrotado por Itamar Franco. O escritório que atua no caso do ex-governador tucano confirmou que não partiu da defesa pedido para mudança de data.

Defesa

Na quinta-feira, 20, com a marcação do julgamento para a data anterior, o advogado de Azeredo, Castellar Guimarães Neto, afirmou ter confiança na reforma da sentença. "Não há na instrução probatória nenhum indício de que o ex-governador tenha participado de decisões administrativas das estatais nem mesmo da organização financeira da campanha", disse.

http://www.itatiaia.com.br/noticia/julgamento-de-eduardo-azeredo-no-processo-do
100
Donos de postos de combustíveis preparam protesto em todo país contra reajuste de imposto


O aumento nas alíquotas do PIS e Cofins sobre a gasolina, o diesel e o etanol segue gerando revolta e reações entre os brasileiros. Donos de postos de combustíveis preparam um protesto em todo o país contra o reajuste anunciado pelo Governo Federal.

A ideia é colocar faixas pretas nas bombas de combustíveis para caracterizar o ‘luto’ pela decisão. O protesto, definido durante encontro dos presidentes dos Sindipostos estaduais, em Vitória (ES), ainda não tem data para acontecer.

O imposto mais que dobrou, passando de R$ 0,38 para R$ 0,79 por litro. Caso o repasse seja integral, o litro da gasolina ficará R$ 0,41 mais caro nas bombas dos postos.

Em Belo Horizonte, muitos postos aumentaram os preços já nessa sexta-feira. Vários deles repassaram o valor integral do reajuste do imposto na gasolina (R$ 0,41). Na Via Expressa, onde normalmente se pratica os menores valores, o litro da gasolina passou, em média, de R$ 3,291 para R$ 3,697. Nos poucos locais onde os combustíveis ainda estavam no preço antigo, os motoristas formaram longas filas para reabastecer.

http://www.itatiaia.com.br/noticia/donos-de-postos-de-combustiveis-preparam-prot
Páginas: 1 ... 8 9 [10]